Homem que amarrou e arrastou ex-namorada no engate do carro é condenado a 20 anos de prisão

Crime ocorreu no dia 12 de fevereiro do ano passado, em Nipoã (SP). Marcelo Bogas foi condenado por lesão corporal, tentativa de feminicídio, cárcere privado, ameaça e tortura.

O homem acusado de amarrar a ex-namorada pelo pescoço no engate do carro e arrastá-la por mais de 50 metros em uma estrada de Nipoã, no interior de São Paulo, foi condenado a mais de 20 anos de prisão em regime fechado. O crime ocorreu no dia 12 de fevereiro de 2022.

Conforme a sentença, Marcelo Bogas foi condenado pelo júri popular, nesta quinta-feira (31), em Monte Aprazível (SP), por lesão corporal, tentativa de feminicídio, cárcere privado, ameaça e tortura. Até a última atualização desta reportagem, não havia informações de qual presídio ele seria encaminhado.

Na ocasião, a vítima de 30 anos sofreu hematomas, cortes, escoriações e uma fratura. Antes de arrastá-la, o criminoso ainda a afogou e a agrediu na cabeça com uma ferramenta.

Desacordada, a vítima foi socorrida por amigos que passavam no local. Pela gravidade dos ferimentos, ela precisou ser encaminhada ao Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP), onde permaneceu internada por cinco dias.

Depois do crime, Marcelo abandonou o carro e fugiu. A Polícia Civil o prendeu no dia 17 de fevereiro do ano passado em Monte Aprazível. Na ocasião, além da tentativa de feminicídio, ele também foi preso por tráfico de drogas, já que foi flagrado com entorpecentes, dinheiro, balança e um caderno de anotações.

By Alessandra Gomes

Deixe um comentário

Confira!