Motorista de aplicativo suspeito de matar jovem após briga de trânsito em Franca diz que usou faca ‘por instinto’

Fábio Junior Nascimento, de 24 anos, está preso desde o dia 3 de julho. De acordo com a Polícia Civil, nenhum dos dois tinham antecedentes criminais.

O motorista de aplicativo Fábio Junior Nascimento, de 24 anos, suspeito de matar Breno Vaz Martins, de 23 anos, após uma briga de trânsito em Franca (SP), disse à polícia que atingiu a vítima com uma faca “por instinto”.

Segundo ele, os dois entraram em luta corporal após uma batida entre os veículos quando Breno foi golpeado.

“Eles acabaram discutindo por questão dos danos [em ambos os veículos] e entraram nas vias de fato. Ele acabou se apossando de uma faca e fala que chegou a atingir dois chutes na vítima e foi empurrado. Quando foi dar um terceiro chute, a vítima se desviou e ele, instintivamente, acabou acertando um golpe contra o peito da vítima”, revela o delegado Márcio Murari, responsável pelo caso.

Ainda segundo o depoimento de Fábio, após ser atingido, Breno deixou o local em direção ao carro. O motorista do aplicativo estava com uma passageira, que presenciou tudo.

“Ele chegou a ir até a vítima e falar que iria atrás dele, porque queria receber os danos. Em seguida, ele sai do local e a vítima também sai. A gente acredita que ela tentou procurar socorro, mas acabou, cerca de 100 metros na frente, parando o carro e desfalecendo”.

Passageira prestou depoimento
Além do suspeito, a passageira que estava no veículo também prestou depoimento.

“Ela foi muito prestativa, colaborou, apresentou a versão. Foi importante para o esclarecimento do crime”, diz Murari.

Fábio está preso temporariamente desde o dia 3 de julho. Ele estava escondido na casa de parentes, no bairro Leporace.

“Ao encerrar o inquérito, vamos pedir a prisão preventiva para que ele aguarde preso até o julgamento”.

Ainda segundo Murari, nem suspeito e nem vítima tinham antecedentes criminais.

By Alessandra Gomes

Deixe um comentário

Confira!